Cultura

Loading...

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

CMV.

Encerramento do Primeiro Congresso Mundial Virtual da Maçonaria
"Uns sonham o futuro. Outros trabalham e lhe dão forma.”
Postado por: dlsotolepe

Respeitáveis e queridos Irmãos,
Foi nada menos que Nicolau Maquiavel quem escreveu: "Não há nada mais difícil de empreender, nem mais perigoso de conduzir, ou mais incerto do sucesso que iniciar uma nova ordem das coisas” (O Príncipe, Capítulo VI.).
Um ano atrás, quando começamos a sonhar com uma nova ordem das coisas, não era para permanecer nesse nível. A intenção era trabalhar intensamente, não só para dar forma a esse sonho, mas para transformá-lo em algo que transcende as barreiras do tempo e pode continuar a níveis cada vez mais altos, pensando em tudo, especialmente nesta base extraordinária que representam os 350.000 membros da Ordem na Ibero América e como integrá-la para que ela possa mostrar todo o seu potencial de grupo humano e social.
Em 21 de junho de 2016 iniciamos um projeto inédito, difícil e desconhecido a nível institucional: O Primeiro Congresso Mundial Virtual da Maçonaria (CMV).
A intenção era encontrar respostas corretas para perguntas corretas, tendo em conta um modelo institucional estático, com sinais evidentes de esgotamento para enfrentar os grandes desafios do século XXI.
Para fazer frente a esse projeto era necessário incorporar toda a base institucional em um diálogo sincero e transparente, procurando a melhor maneira de analisar o estado atual da instituição e desenvolver novos mecanismos de comunicação, participação e colaboração que permitam realizar um trabalho interno de nossa Ordem, com uma alta probabilidade de sucesso e oferecer aos Irmãos algo que possa satisfazer de maneira mais efetiva a necessidade de ser parte da Maçonaria.
Juntamente com um grupo de Irmãos de vários países e dispostos a apoiar esta iniciativa, damos início a este grande projeto, estabelecendo 4 salas virtuais, com um total de 20 mesas de trabalho.
Aqueles que entraram na plataforma do CMV (www.cmi.world/fda) apenas como observadores, já perceberam o grande potencial que significa esta nova forma de comunicação e participação dentro da Ordem Maçônica. É um avanço ao qual todos devemos tratar de nos adequar para começar a dinamizar nossos processos internos. Não estamos falando apenas de mensagens sociais, mas de verdadeiras ferramentas de produção intelectual, social, econômica e social, otimizando nossos recursos institucionais e trabalhando no desenho de um novo paradigma para o século XXI.
Este trabalho só pode ser desenvolvido a partir da utilização de novas formas de participação e colaboração em massa, onde todos têm a oportunidade de expressar suas ideias para que os líderes das Grandes Potências possam conhecê-las, processá-las e trazê-las para o modelo institucional que devemos construir para o futuro e em função das novas gerações.
Hoje, 21 de dezembro de 2016, conclui-se a primeira fase desta nova ordem de coisas. Em 21 de abril de 2017, durante a comemoração dos 70 Anos da Fundação da Confederação Maçônica Interamericana, em Asunción do Paraguai, serão conhecidos os resultados, conclusões e recomendações do valiosíssimo trabalho realizado pelos Irmãos que participaram do CMV. Além disso, naquele momento, com a contribuição feita no presente CMV serão conhecidas as diretrizes para a segunda fase deste grande projeto da Maçonaria Ibero-americana.
Aqueles que na época observaram ou questionaram a validade deste projeto, agora devem aceitar que as Grandes Potências que fazem parte do CMI estão em um processo de fortalecimento institucional integrado como nunca visto antes e que, sem dúvida, reverterá em benefício das próprias Grandes Potências e para aqueles que são responsáveis ​​por cada uma delas, especialmente quando as redes colaborativas entrarem em operação.
Em nome da equipe de trabalho do CMV e meu próprio, os nossos mais profundos agradecimentos aos Irmãos que acreditaram neste projeto e que deram o seu tempo e atenção a esta nobre causa.
Aqueles que ainda não tenham participado, convidamo-lo a fazê-lo nas próximas etapas. A inovação é essencial para a sobrevivência de uma organização em um mundo cada vez mais competitivo e estes sistemas de participação e colaboração são essenciais para atingir um maior dinamismo e maior integração de todos os maçons ibero-americanos. E depende de cada um obter o benefício final para si e para sua própria comunidade.
Nosso desejo é que juntos possamos continuar a construir esta grande corrente e procurar as melhores formas de fortalecer a nossa Ordem e mostrar ao resto do mundo os resultados de um trabalho efetivo e propositivo em perfeita harmonia com os ideais dos homens visionários que deram forma à organização maçônica maior e melhor estruturada do mundo e em linha direta com o que significa... Pensar diferente.

Feliz Natal e Próspero Ano Novo.
Rudy Barbosa Levy
Secretário Executivo

Confederação Maçônica Interamericana

Nenhum comentário:

Postar um comentário